Casamento após o divórcio ou novo casamento

O número de divórcios está crescendo, e, consequentemente, aumentou o número de novos casamentos.E para os problemas usuais da família adicionou novos na família recém-criado - aqueles extraídos do cônjuge passado, que já visitou casados.

O fato de que o divórcio - isso é uma decisão séria, ninguém duvida.Ao tomar esta decisão, cada pessoa irá sofrer de stress, eo erro é supor que ele passou despercebido.Além disso, a decisão de se divorciar é terrível e é difícil dar o primeiro tempo, mas no futuro ...

você vai se casar com um homem divorciado?É possível que seu casamento será bem sucedido e feliz, mas só se você está fazendo com os olhos abertos este passo e perceber o que você tem que enfrentar.

Além dos efeitos do estresse, para se casar novamente, o seu marido vai trazer uma espécie de "dote".Estes são filhos de seu primeiro casamento, e ex-mulher, com quem ele terá que se comunicar, se ele se preocupa com as crianças e não se coíbe de cumprimento dos deveres de seu pai.

forma, se homem divorc

iado não quer ouvir sobre seus filhos abandonados e não ajudá-los, é motivo grave para pensar - onde você conseguiu a confiança de que ele simplesmente não ir com você e seus filhos?

Além disso, seu futuro marido em um nível subconsciente para comparar com sua ex-esposa.Bem, se essa comparação será em seu favor, mas se não for?Especialmente porque a passagem do tempo a partir de um primeiro casamento ruim apagadas da memória, a primeira sensação é geralmente adiada por um longo tempo.

Se você tem uma relação de confiança antes de decidir se casar, então você sabe os problemas do seu homem em sua primeira família.Isso é bom, porque você tem tempo para avaliar se você será capaz de atender a essas necessidades de seu futuro marido, com quem não conseguiu sua primeira esposa.

Se não, e seu homem repreende sua ex-mulher, considerando que o diabo encarnado, mas não diz nada específico?É quase impossível acreditar que isso para uma vida longa com outra mulher, que ele próprio escolheu, e até mesmo deu à luz seus filhos, seu homem não estava feliz.Mas se ele tão rapidamente esqueceu tudo de bom e agora culpar só que é necessário pensar o que aconteceria se de repente você também enganar as suas expectativas.

Muitas vezes nós pensamos que a ex-mulher do inimigo pessoal de seu marido, culpando-o por todos os males e tribulações, considere um obstáculo para a verdadeira felicidade.E se você já se perguntou como era a vida a da mulher traindo seu marido, e, no final, jogou as crianças?Talvez devêssemos procurar e homem culpado que renegou sua lealdade promessa dia do casamento e amor?

Se você fosse a causa do divórcio de seu homem, então o que é a base a sua confiança de que você pode ser seu único permanentemente?Não é nenhum segredo que há homens que simplesmente não são capazes de ser fiel a uma mulher.Até mesmo o amor mais brilhante com o tempo eles arrefecer, e, novamente, estes homens estão prontos para procurar novas sensações e experiências.

Mas é verdade, qualquer coisa pode acontecer na vida.Isso acontece para que, tendo vivido durante algum tempo em um casamento, as pessoas percebem que são completos estranhos.E, de modo a não agravar o problema, eles concordam sobre o divórcio pacificamente.Se este for o seu caso, você está na sorte.Você pode vir a seu homem e seu futuro marido que mesmo parceiro, à qual ele procurou toda a sua vida.

Resta apenas fazer o ciúme de sua ex-esposa, filhos de seu primeiro casamento, com o passado não é envenenado sua vida e não se tornar um motivo de brigas e escândalos.Psicólogos e especialistas em relações familiares são normalmente aconselhados a não tomar a iniciativa e não interferir na relação de marido e sua ex-família.Deixe-o decidir tudo sozinho, e você deve fazer o que ele pede para você.

Remarriage - ele não garante que todos os erros foram cometidos no passado e ficou em casa.Além disso, nesta compreensão do casamento, paciência, resistência, amor e cuidado é necessário ainda mais do que no primeiro.E você tem que entender tudo isso antes de dizer "sim" em resposta a uma oferta feita.